25 de jun de 2011

Criatividade e Raciocínio na Publicidade

...............................Um dos aspectos da propaganda e publicidade que mais chama a atenção é o uso da criatividade. Nas agências de publicidade e propaganda o pessoal da criação, usualmente, é tido como "maluco", ou eles próprios se travestem desse papel-perfil, ajudando a reforçar a fama. A idéia básica da propaganda é chamar, capturar a sua atenção e, em seguida, passar o recado. De preferência rapidamente, pois a atenção é fugidia. Pura e simplesmente isso, só isso.

...............................Só que para chamar a atenção fica sendo cada vez mais difícil pela multiplicidade de apelos, pela "gritaria", auditiva e visual, a que somos submetidos. E quanto mais "gritam", mais somos seletivos. Aliás, esta é uma das razões pelas quais dizem que, em pouco tempo, teremos empresas comprando a nossa atenção, pois a atenção torna-se um dos bens mais procurados pelas empresas e mais raros de serem encontrados.

...............................O trabalho de criação consiste, primeiramente, em achar uma idéia que sirva de tema ou diretriz – o que dizer. Em seguida, saber como apresentar o tema – como dizer – e determinar através de que gênero de veículos ela pode ser levada, mais rápida e vantajosamente, ao conhecimento do grupo consumidor visado. Enfim, é encontrar a proposição de compra (SANT’ANNA, 2005, p.147).

...............................Criatividade pela criatividade não nos interessa. Nos interessa a criatividade aplicada a um objetivo, a um resultado concreto, seja vender mais, seja aumentar a presença de uma marca na cabeça das pessoas. A gente não faz arte. A gente faz arte aplicada (RIBEIRO; SCHUSTER, 2006, p.09).

...............................a criação se renova na mesma medida em que o mundo se modifica. Criar é lidar com variáveis que já existem, porém fazendo combinações que ainda não foram feitas. O passado continua sendo referência do presente. Mas, hoje em dia, o futuro também é (RIBEIRO; SCHUSTER, 2006, p. 09).

...............................Abaixo, 20 peças gráficas cuja mensagem criativa são variadas. São exemplos de paises diferentes mais com o mesmo objetivo, comunicar de modo criativo e funcional. Basta entender o conceito visual e a redação para associar o quanto são criativas.

(Clique na Imagem para Ampliar)
.




















Texto Relacionado: Carlos Alberto de Faria (Merkatus)

Nenhum comentário:

Ocioso Links Interessantes

Visite e Compartlhe a Fanpage