11 de jan de 2012

Publicidade e Propaganda na Rua

........................Nada como atingir o público-alvo através das condições naturais existentes. Sem precisar forçá-los a nada, os publicitários tem que se desdobrar para criar anúncios chamativos e convincentes. Consideramos que ruas, avenidas, praças, monumentos e edificações são os agregados que constituem um sistema concreto de signos: o contexto urbano. No entanto, em meio a esses agregados, há outros que podem ser agrupados em diferentes sistemas concretos de signos. Se tomarmos a função desses sistemas como norteadora de uma classificação, então teremos os sistemas de identificação, de regulação, orientação, de informação e publicidade, que podem ser estudados quanto à sua definição, organização (distribuição pela cidade), suporte e impacto na paisagem urbana.
........................Interessante: no Reino Unido, segundo estudo recém divulgado, o canal de divulgação publicitário mais eficiente para o negócio de jornais e revistas é a propaganda exterior (cartazes, outdoors, panfletos etc). Para cada libra investida, esse meio retorna 1,29. Todas as outras mídias pela ordem: TV (0,77), impressos e rádio (0,50) e internet (0,39) dão prejuízo.
........................Os anúncios apresentam-se como comunicados, sem intenção de persuasão, como denuncia a se você parar e analisar nesse horário maior parte da população está nas ruas e não vendo TV,não estão navegando na Web e muito menos ouvindo a Rádio, MP3 é melhor. é nesse atual é uma hora ideal para se publicar, anunciar serviços. Muitos devem está pensando que estou dizendo que a publicidade Digital não funciona quem estiver pensando está errado, estou apenas dizendo que quem queremos atingir, maior parte está nas ruas nos horários da manhã e da tarde
........................Um ponto positivo nessa busca de um outro olhar e de outras condições de produção/recepção, para a publicidade, é o fato de que esta começa a ocupar, efetivamente, outros lugares. Transcendendo os limites do intervalo dos programas, passaram a ser tema central de muitos programas. A história da propaganda tem-se apresentado cada vez mais como uma forma reconhecida de memória social.
........................Abaixo, 20 exemplos de formas variadas de chamar atenção do consumidor na rua ou de forma criativa quando ele menos espera sofrer o impacto das constantes publicidades do dia a dia. É uma forma criativa de mexer com o lado emocional das pessoas que na maioria das vezes acham interessante esse tipo de abordagem.
(Clique na Imagem para Ampliar)












 








Textos Relacionados: Bruno de Souza (Marketing Digital) / Webmanario

Um comentário:

biah disse...

nossa, esse povo de publicidade e propaganda tem que ser muito criativo!!

Ocioso Links Interessantes

Visite e Compartlhe a Fanpage